Você está aqui : Home > Cruzeiros > Antártida > Antártida Épica
ANTÁRTIDA ÉPICA
Costa do Fantasma e o Mar de Ross
31  dias - 30 noites
Nesta viagem de 31 dias, esperamos conhecer a Costa do Fantasma; embarcaremos em Puerto Stanley para chegar ao nosso destino final: Lyttelton, Nova Zelândia. Esta região está muito pouco explorada.

Durante dois séculos, o litoral, circundado por pedaços de gelo, tem desafiado os exploradores a traçá-lo em mapa. Explorar a Costa do Fantasma é um verdadeiro desafio para todo o mundo, menos para os navios quebra-gelo que a atravessam, cumprindo a meta proposta.
31 dias
4 de dezembro de 2009 - 3 de janeiro de 2010.
Saída: Santiago, Chile.
Destino: Christchurch, Nova Zelândia.
Embarque: Stanley, Ilhas Malvinas.
Desembarque: Lyttelton, Nova Zelândia.
 
Santiago do Chile
Chegada a Santiago do Chile, para nos alojarmos e passar a noite na capital transandina.
Vôo para Puerto Stanley, nas Ilhas Malvinas
Voaremos até o aeroporto de Stanley (código IATA: PSY), em Puerto Stanley, nas Ilhas Malvinas. Puerto Stanley é o maior povoado das Ilhas Malvinas e se encontra na Ilha Soledad. A cidade foi fundada em uma das regiões mais úmidas da ilha. Quando o sol começar a cair, embarcaremos nos navios quebra-gelo para começar nossa viagem até a Antártida.

Ilhas Shetland do Sul e Península Antártida
Acompanhados por aves marinhas, o navio rompe-gelo atravessará a Passagem de Drake rumo ao nosso destino na Antártida. Avistaremos colônias de pingüins e procuraremos atravessar entre os icebergs de gelo, onde as focas descansam debaixo do sol do verão antártico.

Na direção sul, nos dirigiremos para o Círculo Antártico, para nos encontrarmos com um verdadeiro espetáculo natural. Descobriremos baías circundadas por geleiras, onde os pingüins e as focas compartilham certa tranqüilidade no hábitat. Ingressaremos ao Mar Bellingshausen pela Baía Margarita.

O Mar de Bellingshausen é a bacia do oceano Glacial Antártico, que se encontra sobre a costa da Antártida. Sua extensão vai desde a ilha Thurston, em frente à Terra de Ellsworth, e a ilha Alejandro I, no litoral da península Antártida. Esta região marinha austral está localizada em frente às costas meridionais da América, entre 80o e 90o de longitude a oeste.

Costa do Fantasma e Mar Amundsen
Nesses dias, passaremos pela Costa do Fantasma, para conhecer a Ilha Pedro I. Muito poucas pessoas visitaram a ilha. Serão dias de pura aventura, já que ingressaremos no banco de gelo no Mar Amundsen. Utilizaremos helicópteros para testar a força do navio quebra-gelo desde o ar.

O Mar de Amundsen está entre o Cabo Dart e a Ilha de Thurston, na Antártida. O explorador de origem norueguesa, Nils Larsen, deu nome à ilha que dá nome a este mar, em memória ao explorador norueguês Roald Amundsen.

Amundsen foi o encarregado da primeira expedição à Antártida. Também foi o primeiro a entrar na Passagem do Noroeste, unindo o Oceano Atlântico com o Pacífico, e integrou a primeira expedição aérea que sobrevoou o Pólo Norte.

Em certas regiões ocidentais da Antártida, como no mar de Admunsen, em especial na geleira Pine Island, observa-se a ação do aquecimento global. Calcula-se que num futuro próximo poderemos presenciar o colapso de algumas geleiras, visto que essa área é potencialmente instável.

Plataforma de Gelo Ross, Ilha Ross e Estación McMurdo
Estamos muito perto de presenciar Pingüins Imperador. A água circundante da Plataforma de Gelo no Mar Ross é famosa por ser o hábitat desta espécie, que são os maiores pingüins do mundo. Na Ilha Ross, se encontra a Estação de Investigação McMurdo dos Estados Unidos, nas sobras do Monte Erebus, e a Base Scout de investigações da Nova Zelândia. Nas proximidades desta zona está o famoso barco Discovery, de Robert Falcon Scout (expedição de 1901-1904).

Cabo Royds e Cabo Evans
No Cabo Royds, conheceremos a cabana que Ernest Shackleton (expedição de 1907-1909) construiu durante a expedição Nimrod. Visitaremos a cabana de Shackleton e Scout no Cabo Evans. Essa cabana, no Cabo Evans, é considerada um dos dez monumentos com maior risco no mundo. O Patrimônio Histórico da Antártida (Reino Unido e Nova Zelândia) está levantando fundos para sua restauração.

Essas surpreendentes cabanas deixadas pelas expedições de Carsten Borchgrevnik, Robert Falcon Scott e Ernest Shackleton foram pequenas e escuras cabanas que protegiam os homens, animais e maquinaria do rígido frio polar e dos escuros meses do inverno antártico. A cabana de Scott está rodeada pela base de investigação: a estação McMurdo.

Oceano Sul, Ilhas Campbell e Enderby
Voltaremos para o norte, para descobrir, na Ilha Campbell, uma reserva natural onde se aninha o Albatroz Real. As ilhas Campbell são um conjunto de ilhas subantárticas de soberania neozelandesa e são formadas pela ilha maior, Campbell, e outras três menores: Dent, Folly e Jaquemart. A ilha Campbell, denominada na língua maori Motu Ihupuku, é uma ilha remota do Oceano Pacífico, e é a principal ilha do arquipélago das ilhas Campbell na Nova Zelândia.

Seguindo uma trilha de vegetação exuberante, chegaremos até mirantes para observar os ninhos do Albatroz Real, onde poderemos tirar fotos da interessante fauna da zona, como os pingüins de olhos amarelos, albatrozes reais e leões marinhos da Nova Zelândia que habitam a Ilha Enderby junto com os papagaios de cabeça vermelha. Se as condições climáticas forem boas, desembarcaremos até a costa para explorar o contorno que se encontra protegido.
Lyttelton, Canterburry, Nova Zelândia
Finalmente desembarcaremos em Lyttelton, Canterburry, Nova Zelândia, onde nos trasladaremos em grupo desde o cais até o aeroporto Christchurch.
 
Serviços
 
As tarifas incluem
Uma noite de estadia antes da expedição no hotel com café-da-manhã segundo indicado no itinerário.
Hospedagem a bordo com serviço de limpeza diário.
Cafés-da-manhã, almoços e jantares a bordo em toda a viagem.
Todos os desembarques costeiros e as excursões em barco Zodiac estão estabelecidos segundo o programa diário.
Todos os traslados em helicópteros e avistamientos aéreos segundo o programa do dia.
O guia durante toda a viagem será um Líder de Expedição qualificado, inclusive nos desembarques costeiros e outras atividades.
As apresentações formais ou informais realizadas por nossa Equipe de Expedição, e haverá oradores convidados segundo a programação.
Álbum fotográfico em DVD.
Programa Artes Polares com ateliês interativos.
Serão emprestadas botas impermeáveis da expedição para os desembarques costeiros.
Uma jaqueta da Quark Expeditions para os clientes em Clipper Adventurer
Café, chá, chocolate e água em garrafa estão disponíveis 24 horas.
Materiais completos antes da partida.
Traslados de grupos do hotel até o barco no porto de embarque e do barco ao aeroporto local depois do desembarque, mais todo o carregamento da bagagem do barco.
Todos os impostos de serviços diversos e os gastos portuários durante o programa.
 
Mapa de Rota