Você está aqui : Home > Viagens > Noroeste > Semana Salta
SEMANA SALTA
Salta, desde o Trem das Nuvens, Quebrada de Humahuaca até os Vales Calchaquíes
 
7 dias - 6 noites
Alojamento Quartos Duplo / Café da manha
Transfer IN OUT APT/HTL/APT
Excursões regulares e privadas. Guia espanhola e inglesa
Coordenação Permanente
 
Salta - City Tour
Recepção e traslado do Aeroporto de Salta ao Hotel. City Tour por Salta com ascenso ao Cérro San Bernardo. Faremos um city tour visitando a Catedral, a Igreja de San Francisco, o Cabildo, o Museu Histórico do Norte, o Mercado Artesanal e o Cerro San Bernardo.

A igreja de San Francisco é um magnífico templo da ordem franciscana que possui uma arquitetura particular e finos detalhes de ornamentação. A edificação do Cabildo foi feita em diferentes etapas, oferecendo expressões do barroco. No Mercado Artesanal podem-se adquirir prataria ou tapeçarias. San Lorenzo é por excelência a vila para veraneio de Salta.
Primeiro passeio aos Vales Calchaquíes - Por Cafayate
Café da manhã no Hotel. No primeiro dia, viajando pelos Vales Calchaquíes, iremos até Cafayate. Recorreremos o fértil Valle de Lerma, hoje uma importante zona tabaqueira. Um caminho serpeante, passando por curiosas formas montanhosas, o conduzirá à Garganta del Diablo e o Anfiteatro onde se escuta o eco de qualquer som com acústica perfeita.

Pouco a pouco a aridez da paisagem é substituída por grandes extensões de vinhedos, o que mostra que já estamos nos aproximando de Cafayate. Terra do sol e do vinho que nos oferecerá seu artesanato, Museu Arqueológico, Catedral das 5 naves e as adegas mais antigas e famosas que embriagarão a alma com perfume de carvalho e torrontés.
Vales Calchaquíes - Por Cachi
Café da manhã no Hotel. O segundo passeio aos Vales Calchaquíes, porém, desta vez, iremos na direção de Cachi. Atravessaremos cativantes paisagens, como a beleza agreste da Cuesta del Obispo e Quebrada de Escoipe.

Cruzaremos o Parque Nacional Los Cardones, para recorrermos entre plantações de pimenta colorida. Chegaremos à localidade de Cachi, marcada pelo imponente nevado de 6.384 m.s.n.m.

Este agradável povo conserva em suas ruas estreitas de pedra a antiga igreja de paredes de barro e telhado de corda, diversos locais pré-hispânicos e urnas mortuárias. Observar as plantações de alfafa, hortaliças e locais de secagem de pimenta é um espetáculo de cores que justificam nossa peregrinação de um lado a outro.
Quebrada de Humahuaca
Café da manha no Hotel. Excursão de dia inteiro à Quebrada de Humahuaca e seus Povoados Prehispânicos, que parecem detidos no têmpo. Deixaremos Salta para avançar até San Salvador de Jujuy, onde faremos uma breve visita à cidade. A nossa viagem continua pelo caminho de precipícios que comunica Reyes com as lagoas de Yala, nossa primeira parada, para observar as lagoas ao pé do cerro Chani. Estes 12 espelhos de água estão a mais de 2.000 m sobre o nível do mar, delimitados por bosques de "alisos" e pinheiros do cerro.

Deixaremos Yala e El Volcán, povoados entre os quais pode-se ver os cerros Abra Blanca, Santuyo e El Manzano para chegar a Tumbaya, onde havia assentamentos indígenas omaguacas. Passaremos pela Posta de Hornillos e depois por Maimará que está encravada no centro da quebrada. Observaremos os cerros multicoloridos que formam a pitoresca Paleta del Pintor. Seguindo ao norte, chegaremos a Tilcara onde percorreremos o famoso Pucará. Trata-se de uma reconstrução de um povoado pré-hispânico omaguaca que viveu há 900 anos. Antes de chegar a Humahuaca, deixaremos Huacalera e Uquía. Regresso a Salta.
Trem às Nuvens - OPCIONAL
Café da manha no Hotel. Viajaremos de Salta no Trem das Nuvens até o viaduto La Polvorilla subindo até 4.220 m sobre o nível do mar. Esta via férrea é uma magnífica obra de engenharia pela qual desde 1941 transitam pesados trens carregados de minerais. O seu percurso de mais de 220 km, atravessa vales, quebradas e puna. A variada vegetação da colorida Quebrada del Toro, o ziguezague na estação Alisal e o viaduto La Polvorilla, são os lugares imperdíveis da viagem.

Na estação Alisal, o trem faz uma manobra para ganhar altura, mudando-se a uma via paralela de maneira que a locomotiva fica por atrás, empurrando os vagões para dentro de um túnel onde, ao repetir a manobra, a mesma retoma a ponta. Nas distintas estações, os indígenas oferecem seus artesanatos regionais, sendo o poncho de vicunha a vestimenta mais apreciada da região.


Safari às Nuvens - O trem opera somente de abril a novembro. O resto do ano é possível fazer o mesmo caminho com o Safari às Nuvens em vehículos 4X4, percorrendo também as Salinas Grandes e Purmamarca.
Salta - Dia livre
Café da manhã no Hotel. Dia livre para descansar ou para realizar alguma actividade opcional.

OPCIONAL - Cavalgada em San Lorenzo

Passaremos o dia na vila de San Lorenzo, com seus frondosos caminhos e sombras reparadoras. Esta linda vila de veraneio convida ao relaxamento, contemplando seu verde. Para descobrir o vale de Lerma e os arredores saltenhos, nada melhor que uma tranqüila cavalgada. As sestas de verão em Salta deixam a cidade imóvel, suspendida no calor.
Regresso a Buenos Aires
Café da manhã no Hotel. Traslado ao Aeroporto de Salta. Recepção e traslado do Aeroparque Doméstico Jorge Newbery (Buenos Aires) ao Aeroporto Internacional de Ezeiza.
 
Norte Argentino em 14 dias
Noroeste Argentino em 17 dias (incluído Atacama)
Salta Clássica
Semana Salta
Salta & Jujuy
Salta, Atacama & Uyuni
Turismo Aventura em Salta
TransPuna em 4X4